A maioria dos Transportes de Ligação, como obfs3 e obfs4, baseiam-se no uso de retransmissores de "pontes". Assim como os retransmissores comuns do Tor, as pontes são executadas por voluntários. A diferença é que estas não se encontram em listas públicas, por forma a que não seja fácil para um adversário identificá-las. O uso combinado de pontes e de transportes de ligação ajuda a disfarçar o facto de que está a usar o Tor.

Os outros transportes de ligação, como o meek, usam outras técnicas anti-censura, que não se baseiam em pontes. Não precisa de obter os endereços das pontes para usar estes transportes.

OBTENÇÃO DE ENDEREÇOS DE PONTE

Como os endereços de pontes não são públicos, tem de os pedir. Tem duas opções:

  • Visitar https://bridges.torproject.org/ e seguir as instruções, ou
  • Enviar um e-mail para bridges@torproject.org de uma conta de e-mail no Gmail, Yahoo ou no Riseup
INSERÇÃO DE ENDEREÇOS DE PONTE

Assim que tiver obtido alguns endereços de pontes, será necessário inseri-los no Tor Launcher.

Se estiver a iniciar o Tor Browser pela primeira vez, clique em "Configurar" para abrir a janela de Configurações da Rede Tor. Caso contrário, clique no Torbutton, localizado no lado esquerdo da barra de endereços, e selecione "Configurações da Rede Tor..." para aceder a estas opções.

Na janela de Configurações da Rede Tor, selecione "O Tor é censurado no meu país". Em seguida, selecione "Fornecer uma ponte que eu conheça" e digite cada um dos endereços das pontes numa linha separada.

Clique em "OK" para gravar as configurações. A utilização de pontes pode ser mais lenta comparada com a utilização de retransmissores normais do Tor. Se a sua conexão falhar, as pontes que recebeu podem estar desligadas. Nesse caso, por favor, use um dos métodos acima para obter mais endereços de pontes e tente de novo.