Os transportes de ligação (pluggable transports) são ferramentas que o Tor utiliza para mascarar o tráfego enviado para fora da rede Tor. Eles são úteis em situações onde os fornecedores de acesso à Internet ou outras entidades, bloqueiam as conexões à rede Tor.

TIPOS DE TRANSPORTES LIGÁVEIS

Atualmente existem 5 transportadores ligáveis disponíveis, mas estão a ser desenvolvidos outros.

obfs3 O obfs3 faz com que o tráfego do Tor pareça aleatório, para que não pareça ser o Tor ou outro protocolo. Embora ainda seja incluído por padrão, recomendamos que o substitua pelo obfs4 uma vez que tem vários melhoramentos de segurança em relação ao obfs3.
obfs4 O obfs4 faz com que o tráfego do Tor pareça aleatório tal como o obfs3. Além disso, ele impede que os censores encontrem pontes com uma varredura na Internet. As pontes obfs4 têm menos probabilidade de serem bloqueadas do que as pontes obfs3.
FTE FTE (encriptação de transformação de formato) dissimula o tráfego do Tor como tráfego comum (HTTP).
meek Os transportes meek fazem com que pareça que está a navegar por um grande site da Internet em vez de ser no Tor. O meek-amazon faz com que pareça que utiliza os serviços web da Amazon; o meek-azure, os serviços do site da Microsoft; e o meek-google os serviços de pesquisa da Google.
Snowflake O Snowflake é um aperfeiçoamento do Flashproxy. Envia o seu tráfego através do WebRTC, um protocolo P2P com NAT punching interno.
UTILIZAR TRANSPORTES LIGÁVEIS

Para usar um transporte de ligação, primeiro clique no ícone da cebola à esquerda da barra de endereços, ou clique em 'Configurar' ao iniciar o Tor Browser pela primeira vez.

A seguir selecione 'Configurações da Rede Tor' no menu.

Na janela que aparece, ative a opção 'O Tor é censurado no meu país,' e depois clique em 'Selecionar uma ponte integrada'.

No menu deslizante, selecione o transporte de ligação que gostaria de utilizar.

Após selecionar o transportes de ligação que quer, clique em 'OK' para gravar as configurações.